quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Happy New Year!

O Ano Novo é um dos feriados mais antigos e comemorado por todos os povos.

A maioria das celebrações do Ano Novo são feitas com amigos e família, é um tempo de reflexão do passado e de planejar o futuro.

Nos EUA a comemoração também ocorre no dia 1º de Janeiro e a celebração mais famosa é a de Nova Iorque, na Times Square, onde uma bola gigante começa a descer às 23 horas e 59 minutos até atingir o prédio em que está instalada, marcando exatamente zero-hora.

No entanto, nem todas as comemorações são no mesmo dia ou da mesma maneira, isso porque cada cultura utiliza um tipo de calendário, por exemplo, a China e Israel usam o calendário lunar, que é baseado nos movimentos da lua em volta da terra.






Confira como dizer "Ano Novo" em diversas línguas:


Yuan Tan -China

Shougatsu - Japão

Hogmanay - Escócia

Chaul Chnam Thmey - Camboja

Nouruz – Irã

Tet Nguryen Dan - Vietnã

Festival of Saint Basil - Grécia

Rosh Hashanah - Judeu

Muharram - Muçulmano

Sylvesterabend - Austria

Ano Nuevo - Hispânico

New Year - EUA

Diwali - Índia


Feliz Ano Novo !

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Estágio no escritório de Boston!

Você que já participou do programa Au Pair e por isso tem inglês fluente e conhece o programa como ninguém, seria perfeita para ajudar as atuais au pairs, não acha?

O nosso escritório de Boston também acha! E por isso estamos procurando uma estagiária para trabalhar durante 3 meses (fim de junho a fim de setembro de 2010) a 1 ano no nosso time de operações. Confira abaixo algumas das funções desse estágio:
Inserir as informações das au pairs no sistema

Verificar os vídeos e fotos que as au pairs inserem em sua página online

Responder e-mails e atender ligações das atuais au pairs

Enviar formulários de pedido de vôo (para a volta das au pairs ao seu país no fim do programa)

Organizar a correspondência diária

Mandar distribuições de e-mail

A Cultural Care cobrirá despesas com vôos, visto, seguro saúde, acomodações, transporte público diário de/para o escritório. A alimentação fica por conta da estagiária e à parte dos custos mencionados cobertos pela Cultural Care, o estágio não é remunerado.


Para poder se candidatar ao estágio é necessário:


Ter entre 18 e 38 anos.

Estar inscrita em uma universidade, ou ter se formado há menos de 1 ano.

Ter inglês fluente.

Se você tem interesse em ganhar mais uma experiência internacional, mande seu curriculum em inglês para analuiza.figueiredo@culturalcare.com

Aguardamos o seu contato!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Natal

O Natal é um feriado comemorado anualmente no dia 25 de Dezembro, é a data em que comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Embora seja tradicionalmente um feriado cristão ele também é comemorado por muitos não-cristãos.
Essa data festiva é comemorada por diversos países e de diversas formas, os EUA é um deles com sua tradição das árvores de Natal enfeitadas, guirlanda nas portas,  meias penduradas na lareira entre vários outros.
Já imaginou passar o Natal na Times Square?


 Ou na Walt Disney?



Se você já é uma au pair ou quer ser, passar esse feriado nos EUA será com certeza uma experiência inesquecível.


Algumas curiosidades do Natal

Como surgiu a árvore de Natal
Entre as várias versões sobre a procedência da árvore de Natal, a mais aceita atribui a novidade ao padre Martinho Lutero. Dizem que olhando para o céu através de pinheiros que cercavam a trilha por onde passava, ele o viu intensamente estrelado. Tomado pela beleza da cena, decidiu arrancar um galho para levar para dentro de casa. Lá chegando, entusiasmado, colocou o pequeno pinheiro em um vaso com terra e, chamando a esposa e os filhos, decorou-o com pequenas velas acesas fincadas nas pontas dos ramos. Arrumou também papéis coloridos para enfeitá-lo mais um pouco, tentando reproduzir a imagem que havia visto antes. Ao observarem a árvore iluminada, era como se tivessem dado vida a ela. A idéia do padre era mostrar às crianças como deveria ser o céu na noite do nascimento de Cristo. Nascia, então, a árvore de Natal.
Nos anos 1800, a tradição da árvore de Natal foi espalhada pela Alemanha, sendo então levada para a Inglaterra e Estados Unidos pelos imigrantes alemães da Pensilvânia.

Como surgui o personagem Papai Noel
Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada em um bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.
Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.
A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

Pendurar meias em volta da lareira
De acordo com uma tradição bem antiga, o original São Nicolau de Mira deixou seus primeiros presentes, moedas de ouro, nas meias de três garotas pobres, elas tinham pendurado suas meias perto do fogo para secar.

Até recentemente, era normal receber pequenos objetos, como frutas, nozes e doces em suas meias, mas em muitas famílias isso foi substituído, em meados do século passado, por presentes mais caros.

Vem da Itália a tradição de colocar um pedaço de carvão nas meias de crianças levadas.


Para entrar no clima de Natal selecionamos um jingle e uma receita natalina para você.

Jingle Bell Rock

Jingle-bell, jingle-bell, jingle-bell rock,

Jingle bells swing and jingle bells ring.

Snowin' an blowin' up bushels of fun,

Now the jingle hop has begun.

Jingle-bell, jingle-bell, jingle-bell rock,

Jingle bells chime in jingle-bell time.

Dancin' and prancin' in Jingle Bell Square

In the frosty air.

What a bright time, it's the right time

To rock the night away.

Jingle-bell time is a swell time

To go glidin' in a one-horse sleigh.

Giddy-yap jingle horse; pick up your feet;

Jingle around the clock.

Mix and mingle in a jinglin' beat;

That's the jingle-bell rock.



Biscoitos açucarados à moda antiga

Ingredientes: 1/2 xícara de manteiga, 1 xícara de açúcar, 1 colher de sopa de leite, 1 colher de chá de essência de baunilha (não cheia) ou outra essência à sua preferência, 2 ovos, 2 colheres de chá de fermento,
1 pitada de sal, 2 xícaras de farinha

Preparação: Separe as gemas das claras e bata-os separadamente. Reserve. Bata a manteiga com o açúcar; adicione as gemas batidas, farinha, sal, leite, as claras em neve e o fermento. Se for preciso, adicione mais farinha para dar consistência (não grudar). Abra a massa em uma superfície untada com farinha e polvilhe com açúcar granulado. Use uma xícara para cortar a massa em formato de biscoito e coloque os em uma forma untada com manteiga em um forno a 350° por aproximadamente 10 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. Polvilhe com mais açúcar para finalizar.

Feliz Natal!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Como adquirir horas de experiência?

Para participar do programa de au pair a candidata deve ter obrigatóriamente 200 horas de experiência. Essa experiência com crianças pode ser adquirida de diversar formas.
A futura au pair pode fazer trabalho voluntário, profissional ou até mesmo informal com familiares, amigos, etc.

Todo trabalho relacionado a crianças é válido, então se você estava em dúvida em mandar a carta de referência do buffet que você trabalhou, da sua amiga ou até mesmo do trabalho voluntário que você faz na igreja, não tenha, porque todas essas horas experiências são válidas. E quanto mais melhor!

Mas se você nunca trabalhou com crianças ou quer obter mais horas, uma boa alternativa é o trabalho voluntário, você poderá escolher o tipo de experiência que quer adquirir, tem uma maior flexibilidade quanto a datas e horários além de ser uma experiência muito valorizada pelas familias anfitriãs.

Para fazer trabalho voluntários, você pode procurar ONG´s, creches, orfanatos, hospitais e etc. Dessa forma você consegue escolher com o que quer trabalhar: qual a faixa etária ou tipo de experiência que você quer focar.

Para facilitar separamos algumas intituições que buscam vonluntários em todo a Brasil.

http://comunidadeaacd.ning.com/

http://www.acaocrianca.org.br/

http://www.voluntarios.com.br/

Aproveitando a experiência, não esqueça de levar a sua máquina ! Vai ser uma ótima oportunidade de tirar fotos super legais para sua fotocolagem!

Bom trabalho! E até a próxima.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Thanksgiving!


Vocês que já estão nos EUA como au pairs terão o privilégio de vivenciar essa semana outro dos feriados mais típicos americanos: o Thanksgiving!

Esse feriado é comemorado nos EUA e Canadá e é um dia muito especial, porque é um dia para agradecer a Deus pelas coisas boas ocorridas durante o ano. Ele começou em 1621, com os peregrinos que celebravam o Thanksgiving para agradecer a colheita do ano. A grande maioria dos americanos aproveita para reunir a família toda e fazer banquetes deliciosos. Algumas pessoas também se dedicam a reflexão e aos serviços religiosos.

Em algumas cidades como Chicago, Nova York, Houston e Los Angeles (e muitas outras), há desfiles e vale a pena checar! Outra tradição é o futebol americano. São muitos os jogos que ocorrem nessa data e se tiver a oportunidade, não deixe de ir assistir um deles no estádio com sua host family ou amigos. A grande maioria das famílias acaba assistindo pela TV mesmo e torcendo pelo time da sua cidade ou região.

Os banquetes maravilhosos de Thanksgiving costumam incluir:

- Peru assado (é o principal, não pode faltar! E normalmente é recheado)
- Purê de batatas com gravy (molho feito do líquido que é solto da carne ao ser cozida)
- Batata Doce
- Milho cozido
- Vegetais
- Torta de abóbora

Antes do jantar as famílias costumam dar as mãos e rezar juntos, agradecendo pelas coisas boas.

Como a maioria das pessoas viaja para visitar suas famílias, o Thanksgiving é uma das épocas mais movimentadas para as companhias aéreas. A véspera do Thanksgiving também é muito movimentada em bares e restaurantes, porque como muitos universitários voltam as suas cidades-natal, eles aproveitam para rever os amigos com quem cresceram.

Outro motivo pelo qual esse feriado é ansiosamente esperado pelos americanos é a "Black Friday". Nessa sexta-feira, as lojas abrem mais cedo (algumas abrem à meia-noite e ficam 24h abertas!) e dão descontos incríveis, os melhores do ano. Tem gente que fica horas na fila esperando as lojas abrirem, e quando abrem é uma correria sem fim na busca pelas melhores barganhas. Aproveitem esse dia para comprar, não há nenhum outro dia do ano onde os preços são tão baixos! Esse dia é considerado o começo oficial da temporada de Natal.

Desejamos a vocês um delicioso Thanksgiving, com bons momentos com suas host families, muito peru e pumpkin pie, jogos de futebol, desfiles e muitas economias nas compras!

Para quem ainda não está lá, resta sonhar com o Thanksgiving do ano que vem! Vejam algumas fotos, para vocês começarem a entrar no clima:














Happy Thanksgiving!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Conversões de medidas!

Vocês devem ter percebido que nosso blog ganhou um novo design e lay out. E por isso algumas aplicações que tinhamos tiveram que sair, como as de conversões de medidas (peso, moeda, volume) e o tradutor.

Por isso nesse post vamos indicar para vocês alguns links onde vocês vaõ poder sempre checar essas conversões. O primeiro deles é o conversor de medidas, o convertworls, que converte até tamanhos de sapato!

Convertworld: http://www.convertworld.com/pt/

Já para as traduções online, vou deixar algumas opções que gostei bastante, para vocês escolherem a que gostarem mais:

Worldlingo: http://www.worldlingo.com/en/products_services/worldlingo_translator.html
Babelfish: http://babelfish.yahoo.com/
Google Translate: http://translate.google.com.br/translate_t#

O que vocês acham desses conversores e do novo lay out do site? Alguém tem mais alguma sugestão?

Até semana que vem!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Social Security Card

Vocês já estão preparando todos os detalhes, sonhando com chegada aos EUA, com as novas amigas na escola de treinamento, com o dia que vão conhecer suas host families, com o que vão fazer quando chegarem lá, e muito muito mais?

Já devem também estar pensando em alguns detalhes burocráticos, como abrir conta em banco e tirar a carteira americana de motorista, certo? Mas para essas duas coisas, vocês vão precisar de um documento muito importante: O Social Security card.

Para os americanos ele é necessário para que o empregador efetue o pagamento de salário e serve com um documento de identidade. Para as au pairs ele vai ser necessário para abrir contas em bancos e tirar a carteira de habilitação do Estado em que elas residem, se for necessário.

É muito fácil tirar o Social Security card e o melhor: é de graça.

O primeiro passo é preencher o formulário SS-5. Ele precisa ser impresso em folha A4 e preenchido a tinta azul ou preta.

Junto com o formulário você precisará do seu passaporte com o DS 2019 e o I-94 e sua carteira internacional de motorista (a que você retirou aqui no Brasil, antes de viajar), junto com a CNH original do Brasil. Para quem não conhece, o I-94 é um cartão que você recebe da tripulação do vôo com destino aos EUA. Você deve preencher este cartão e entregá-lo ao oficial da imigração americana. Uma vez que o oficial autorize a sua entrada no país, ele carimbará este cartão e o grampeará em seu passaporte. Este cartão deve sempre estar junto de seu passaporte durante toda a estadia nos EUA. Você deve devolver este cartão no momento de saída dos EUA para que comprove que está saindo do país dentro da data limite e para que seja dado baixa no seu registro.

Depois de preencher o formulário e juntar os documentos, você deve levá-los pessoalmente até a Social Security Office mais perto de você. Para descobrir qual é você precisa do Zip Code (Código postal) da sua host family. É só digitá-lo na página do Social Security Office Locator e você descobrirá.

Depois é só esperar que eles enviem o Social Security Card para a casa da sua host family. :)

Viram como é fácil? E se tiverem dúvidas é só ligar no Toll Free que eles oferecem e eles ajudam: 1-800-772-1213.

Boa sorte e boa viagem!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O que as famílias esperam?

Nós frequentemente recebemos perguntas das au pairs de como elas podem melhorar os seus perfis para as famílias. Algumas coisas vocês já devem ter ouvido bastante: consiga mais experiência, estude mais inglês, refaça a carta para a família falando mais da sua experiência com crianças, etc.

Mas quem sabe conhecendo um pouco mais sobre as famílias e o que elas esperam, vocês possam melhorar ainda mais o perfil de vocês? Essa é a idéia do post de hoje!

Contaremos para vocês um pouco sobre o perfil de nossas famílias e o que sabemos que elas querem:

As famílias anfitriãs

* Quase metade das famílias anfitriãs tem pelo menos um dos filhos menor de 2 anos. Por isso se você tiver pelo menos 200 horas de experiência, você também terá acesso a essas famílias e por isso terá mais chances de conseguir uma colocação.

* Mais da metade das famílias anfitriãs tem animais de estimação, dentro ou fora de casa. Por isso, não aceitar animais de estimação (especialmente cachorros e gatos)pode prejudicar o processo de vocês.

* A grande maioria das famílias tem entre 2 e 3 crianças e raríssimas famílias tem só uma.

* A maioria das famílias vive em cidades pequenas ao redor de grandes cidades.

O que elas preferem nos dossiês das au pairs

* Experiência com crianças (que elas preferem):

* Experiências recentes (não mais de 5 anos atrás)
* Pelo menos uma experiência com mais de uma criança ao mesmo tempo
* Pelo menos uma experiência longa (não só experiências de um mês)
* Pelo menos uma experiência onde a au pair era a única responsável pelas crianças
* Experiências não familiares
* Experiências com muitas horas por dia (6 ou mais horas por dia)
* Experiências com menores de 1 ano
A grande maioria das au pairs tem mais de 1000 horas de experiência com crianças.

* Inglês

Quanto melhor for o seu inglês, mais famílias se interessarão por você. A maioria das au pairs tem nível de inglês 5 ou 6, e por isso se o seu nível for 4, você estará em desvantagem em relação a elas. Estude o máximo que puder!

* Carteira de motorista:

* Preferem quem dirige diariamente ou mais de 3 dias por semana.
* Caso a CNH seja recente, eles também preferem quem já praticava antes da CNH.

* Hobbies:

As famílias adoram quem pratica esportes com frequência, quem toca algum instrumento e quem tem habilidades artísticas (dança, pintura, teatro, etc).

* Saber nadar:

A grande maioria das famílias precisa de au pairs que saibam nadar.

* Carta para a família:

Dois tópicos atrás temos excelentes dicas para vocês montarem cartas que as famílias vão adorar.

* Tatuagens e piercings:

Algumas famílias tem restrições quanto a esses tópicos.

* Fotocolagem:

Evitem:

* Fotos na praia ou piscina (de biquini), com roupas curtas, decotadas, barriga de fora, muita maquiagem
* Fotos artísticas
* Fotos com bebidas alcóolicas, cigarro
* Fotos em "discotecas" ou com cara de bagunça

Exemplos de fotos adequadas:












Lembrem-se que as host families estão procurando alguém que tem uma aparência e atitude madura, responsável. Eles querem alguém com quem possam deixar seus filhos sem se preocupar e para isso boas qualidades são, calma, bom humor, criatividade, dedicação, firmeza mas também um pouco de doçura, etc.

Pensem no que dos itens acima vocês podem melhorar e comecem já a correr atrás do que for possível! E sejam hosnestas acima de tudo em seus dossiês, pois mesmo que a colocação demore mais, pelo menos teremos mais chances de encontrar uma família que se dará bem com você.

Quem tiver mais alguma dúvida, opinião ou sugestão , poste aqui!

Boa sorte a todas com a colocação!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Ligação da Host Family

Um dos momentos mais importantes do processo de colocação com a família é a primeira ligação. É através dela que você e a família poderão começar a sentir empatia um pelo outro, demonstrar interesse um pelo outro. Por isso é muito importante estar bem preparada para ela, que é mais do que uma simples ligação, é também de certa forma uma entrevista para um emprego.

Falar por inglês no telefone pode ser muito difícil, por isso é sempre bom estudar bastante. E uma excelente idéia também é já ter preparadas as perguntas para fazer para a família e pensar no que eles podem perguntar a você.

Para ajudá-las nesse processo, seguem abaixo algumas excelentes sugestões de perguntas, dadas por au pairs!

ABOUT THE CHILDREN:

1. How many children are there?
2. What are their names?
3. How old are they?
4. What do they like to do?
5. What are they favorite games and toys?
6. Are they in the school? How far is the school?
7. How they go to school, by bus? Am I going to be supposed to take them to school by car?
8. Se a criança for bebê: Is she/he walking and talking yet?
9. Are they energetic or calm kids?
10. What do they like to do in their free time?
11. What do they usually eat? (for breakfast and lunch)
12. Will I be supposed to make dinner?
13. Is there any kind of food that you don't eat?
14. Do the kids suffer from any kind of allergies?

ABOUT THE PARENTS:

15. What is your names? How old are you?
16. Do you both work?
17. Where do you work and what do you do?
18. Do you have a religion?
19. Why are you interested in getting an au Pair?
20. Have you ever had an au pair before? Is she living with you yet?
21. Would you mind if I ask you to talk to her or send her an e-mail?
22. What are your hobbies?
23. Do family members or relatives live nearby?
24. What qualities do you find important in an au Pair? What are you expecting from me?
25. What are the house's rules?
26. What are the family activities on the weekends?


ABOUT THEIR HOME:

27. Where do you live? In whih state?
28. Is it a small town?
29. Is it near a big city? Which one?
30. Is it too cold in the city? Snow there?
31. Do you live in a house or in an apartment?
32. Do you have any pets?
33. Do you have a housekeeper?
34. Are there other families with children nearby?
35. Are there any other au pairs in the area?
36. What things are there to do with the children?


PERGUNTAS PARA ATUAL AU PAIR (se houver):

37. What do you think about the family? And the kids?
38. Are they nice with you?
39. Do you do any course? If so, are the courses near from the house?
40. Is there any cool near place to go there?
41. What do you most like to do in your free time?
42. What do you think they would like to receive as a gift?

DICAS:

Sorry, I don't understand. Can you repeat please?
Can you speak slowly please?

Após essa primeira ligação, se ambos ainda estiverem interessados, é super importante manter o contato para poder tirar mais dúvidas. Essas perguntas abaixo são super importantes para quando vocês sentirem que a família está se interesando por fechar com vocês:

ABOUT THE AU PAIR'S DUTIES:

01. Will I be responsible for any household duties? If so, which ones?
02. What will be my responsibilities with each kid?
03. What will my schedule be like?
04. When will I have free time?
05. Will I have access to internet and computer?
06. Can I receive and make phone calls in your house?
07. Will I have time to study? What time? Can I study when the children are in the school?
08. What time can I get home during the week and on the weekends?

ABOUT THE CAR:

09. Will I have permission to use the car? How often? How far?
10. Is a state driver's license required?
11. Are there only certain times when I can use the car?
12. Can I use the car in my free time?
13. Will I have to pay for the gas when I use the car?

Esse post foi baseado no post do site "Manuel da au Pair Prática" que também tem excelentes dicas para todas as au pairs!

O que vocês acham das perguntas? Alguém tem mais alguma dica para as futuras au pairs?

Boa ligação!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Como fazer a carta para a família?

O tópico de hoje é para as au pairs que estão preparando o dossiê:

Como preparar a carta para a host family?

Esse tópico foi postado em um site muito legal para quem quer ser au pair: o www.aupairis.com e descreve super bem como escrever uma boa carta para a host family.

A carta é uma das primeiras coisas que a família irá checar e é muito importante que ela esteja caprichada!


Confira abaixo as dicas do site e depois, mais dicas da Cultural Care complementando essas:


"Chegou o momento de escrever a carta para a família, uma parte muito importante do application, pois é a sua apresentação, é através dessa carta que a família irá conhecer mais de você. Por isso, capriche nesta carta, pois ela é a sua porta de entrada, então vamos começar com o pé direito.

Elaborei um roteiro básico do que não pode faltar na sua carta, fique à vontade para incluir outras informações você achar importante, e a ordem dos assuntos é apenas uma sugestão:

1. Apresentem-se: quem é você? Nome, idade, onde mora, como é a cidade, como é sua família, o que você gosta de fazer, se tem hobbies, se tem namorado, se é formada, enfim neste primeiro parágrafo fale sobre sua vida pessoal.

2. Por que você decidiu ser au pair? Algumas famílias podem perguntar isso, além do mais acho importante que desde o começo ela já saibam das sua motivações, sejam elas: viajar, aprender inglês, ter independência, realizar um sonho, conhecer outra cultura, tudo isso, etc…lembre-se de ressaltar o por quê do programa au pair, afinal você pode ter essas experiências em outro programa. Fale por exemplo: que é seguro, que você acha que a melhor maneira de conhecer outra cultura é morando com uma família, que você sempre gostou de crianças, etc.

3. Faça um resumo da sua experiência com crianças: comente das experiências declaradas no seu application e também todas as outras relacionadas com crianças, seja na família, seja em trabalhos voluntários, explore o que você mais gosta em crianças, as brincadeiras/atividades que você está acostumada a fazer, mostre a eles que você tem energia e é criativa.

4. O que você espera do relacionamento da família? Aproveite para dizer que você está ansiosa para conhecê-los e que você espera que eles venham a se tornar seus bons amigos, demonstre que você está determinada a se adaptar na cultura e que espera que o ano seja proveitoso para ambos, etc.

5. Fale um pouco do seu inglês. Comente quantos anos de estudo você fez no Brasil, quais suas principais dificuldades, se você está se preparando nestes meses antes da viagem. Comentário: sei que é um tópico delicado, mas é importante eles saberem o seu real nível de inglês para se prepararem para a ligação e também para analisarem se terão a paciência e dedicação com uma pessoa que vai precisar de ajuda no começo. Muitas famílias escolhem meninas da europa/alemanha por esse fator, mas é melhor que seja assim, so que encarar a frustação de uma família impaciente.

Bom, acho que os principais pontos são estes.

Seja sincera e coloque no papel aquilo que transmite quem é você.

A carta ideal não é muito curta, nem muito longa, algo entre 1 página e meia e 2 páginas."


Para acrescentar ao que já foi falado, vale lembrar que a parte mais importante da carta é a que descreve sua experiência e relacionamento com as crianças. Algo bom de colocar também é o que você acha mais importante na criação de uma criança.

Além disso, lembrem que a carta deve ser o mais caprichada o possível. Não faça rasuras, enfeite-a e entregue uma carta limpa.

Agora é só esperar pelo contato da sua futura host family!

Boa sorte!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Halloween!!!

O post dessa semana vai falar de uma festa que é muito especial nos Estados Unidos, e uma oportunidade única de vocês au pairs se divertirem com suas crianças e amigos!

Nos EUA o Halloween é muito maior do que no Brasil. Muito antes do dia 31 de outubro (dia oficial) as lojas já começam a vender milhares de enfeites, fantasias, livros de misticismo e bruxaria e muito mais. Os americanos não só enfeitam a própria casa, como compram doces para entregar às crianças que passarão em suas casas pedindo "doces ou travesuras" ou "Trick or treat" em inglês. E organizam muitas festas de Halloween também, para crianças e para adultos.

Atividades comuns no Halloween são, fantasiar-se, ir a festas à fantasia, visitar lugares "assombrados", passar de casa em casa pedindo "Trick or Treat", enfeitar abóboras e colocar luzes dentro, enfeitar a casa com enfeites de Halloween, fazer fogueiras e principalmente, se divertir muito.

Como o Halloween está chegando, resolvemos mostrar aqui como se faz para esculpir uma abóbora!

Como esculpir as aboboras

É preciso:
• 1 colher grande ou uma daquelas colheres de sorvete;
1 faca afiada
• folhas de jornal
• 1 vela pequena.

Com a faca (que deverá ser comprida) corte uma espécie de tampa na abóbora, na parte de baixo(cuidado para não furar os lados da abóbora).





O buraco deverá ser grande o suficiente para tirar o recheio (polpa e sementes) com a ajuda da colher.







Limpe também a «tampa» que retirou para abrir a abóbora.









Coloque a abóbora numa mesa e verifique qual é o melhor lado para começar a esculpir.






Imagine a «cara» que deseja fazer e use a faca para, cuidadosamente, retirar as partes individuais que não lhe interessam. Se precisar de ajuda, use uma caneta para fazer as marcações antes de começar a cortar.





Assim que terminar de cortar, empurre devagarinho as peças recortadas para ver o resultado final.







Se tudo estiver perfeito (na medida do possível) pode-se passar à parte da vela, que é bastante simples: coloque a «tampa» da abóbora (deixando-a nivelada) no fundo da abobora, e cole com cera a vela encima, ficando assim perfeitamente estável.






Depois é só acender a vela e colocar a abóbora com o «rosto» virado para o sítio onde os seus convidados irão estar!

As abóboras são perfeitas para se divertir com as crianças e para decorar festas (junto com as decorações super legais e baratas à venda nas lojas).

Comecem já a planejar o Halloween das crianças e de vocês!

Boa diversão!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Crianças de 1 a 2 anos

Olá futuras e atuais au pairs!

Como vocês sabem, cerca de 40% das nossas famílias anfitriãs tem crianças de 0 a 2 anos. Por isso, quem tem experiência com essa faixa etária, tem mais chances de conseguir uma família rápido.

Para vocês que vão cuidar dessas crianças ou que vão começar a adquirir experiência com essa faixa etária, seguem abaixo informações e dicas sobre os bebês de 1 a 2 anos!

Nessa fase, a criança está cheia de energia e entusiasmo. Aprende por meio da exploração do ambiente, curiosidade, imitação e imaginação sem fim. Quanto mais a criança é estimulada a falar, movimentar-se e descobrir, maior será o desenvolvimento do seu cérebro e da coordenação fina dos seus movimentos. Essas
realizações ajudam a criança a se comportar com mais competência e confiança. A criança, nessa fase, já pode engatinhar e andar e se desloca pela casa. Abaixa-se,
sem cair, para pegar objetos no chão. Começa a identificar as partes do corpo
e aprende a falar o nome delas.Ainda se comunica por gestos, abana a cabeça para dizer não, dá adeus, bate palminhas, fala pequenas frases.

A criança já entende o que falam com ela, mas nem sempre obedece. Ela atende quando
se interessa por fazer o que foi pedido e chora e faz pirraça quando é contrariada.

Eles gostam de:
• Rabiscar e desenhar.
• Virar as páginas dos livros
sem rasgar.
• Montar torres e objetos.
• Brincar de esconde esconde.
• Cantar, dançar.
• Rolar no chão.
• Imitar pessoas
• Ouvir várias vezes a mesma história

Brincar é a atividade principal da criança. Ao brincar, a criança desenvolve a atenção, imitação, memória, movimentação, equilíbrio e imaginação. Também constrói
curiosidade, confiança e auto-estima. A família precisa organizar o ambiente, oferecer livros, objetos e brinquedos. Criar situações para a criança olhar, brincar de correr, pular, saltar, empurrar ou puxar objetos, sozinha e também com outras crianças. A criança acha que é o centro do mundo e tem dificuldade de compartilhar.

Nessa idade, a criança usa e explora os objetos da casa. Ela quer fazer as coisas
sozinha, inclusive o que não pode fazer, como subir e descer de locais perigosos, colocar o dedo em tomadas elétricas, colocar na boca o que encontra pela casa, colocar sacos plásticos na cabeça.

A retirada das fraldas é um momento muito delicado para a família e a criança. É importante compreender que o controle do xixi e do cocô não acontece de uma hora para outra. A partir de um ano e meio de idade, ela passa a sentir o que acontece com
o seu corpo e tem maior controle sobre os músculos do ânus e do genital. Algumas vezes, a criança avisa que vai fazer xixi ou cocô, outras vezes só avisa depois que já fez. A família deve perguntar repetidas vezes se ela deseja ir ao banheiro e premiá-la quando ela avisa. No entanto, quando ela não conseguir fazer xixi e cocô no lugar adequado, a família não deve repreender ou ridicularizar a criança.

O que fazer para estimulá-los a falar, raciocinar e se mover:

- Passear ao ar livre mostrando e verbalizando tudo que se passa ao redor;
- Estar perto da criança para que ela se sinta protegida ao aprender a andar;
- Conversar e explicar às criança tudo o que vão fazer: comer, tomar banho etc;
- Oferecer livros com cores fortes;
- Estimular a fala com telefone de brinquedo;
- Dançar e cantar com a criança no colo ou no chão incentivando a mesma para que imite os gestos;
- Oferecer peças de encaixe;
- Incentivar a criança a arrasta-se para alcançar brinquedos;
- Brincar de colocar e tirar objetos de uma caixa;
- Oferecer papel (tipo pardo) para que as crianças desenhem;

Espero que vocês se divirtam com uma das fases mais lindas da infância! E que possam ensinar muito a esses pequenos!

Boa diversão!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Nomes de jogos, brincadeiras e brinquedos em inglês!



Durante o ano de vocês como au pair, podem ter certeza: vocês vão brincar muito!

Mas você sabe como se diz esconde-esconde em inglês? E amarelinha? Difícil não? Por isso nós vamos dar algumas dicas!

Segue uma listinha de nomes que vai ajudar bastante vocês:

01. to play hide-and-seek - brincar de esconde esconde
02. to play tag - brincar de pega pega
03. to play cops and robbers - brincar de polícia e ladrão
04. to play dodgeball - brincar de queimada
05. to play hopscotch - brincar de amarelinha
06. to play leapfrog - brincar de pular sela
07. to play blindman's bluff - brincar de cabra cega
08. to play freeze tag - brincar de estátua
09. to skip rope - pular corda
10. to play Double Dutch - pular corda (com duas cordas)
11. to shoot marbles - jogar bolinhas de gude
12. to spin a top - rodar pião
13. to play circle games - brincar de ciranda
14. to play house - brincar de casinha
15. to fly a kite - empinar pipa
16. to ride a luge - andar de carrinho de rolimã
17. to play Simon says - brincar de mãe da rua
18. to play telephone or Chinese whispers - brincar de telefone sem fio
19. to twirl the hula-hoop - brincar de bambolê
20. to play truth or dare - brincar de jogo da verdade
22. to play tic-tac-toe - brincar de jogo da velha
23. to play hangman - brincar de forca
24. to play Monopoly - jogar Banco Imobiliário
25. to play Clue - jogar Detetive
26. to model in playdoh - brincar com massinha de modelar
27. to play stickball - jogar taco
28. to play capture-the-flag - brincar de bandeirinha, de pica bandeira
29. to play musical chairs - brincar de dança da cadeira
30. to play cat's cradle - brincar de cama de gato
31. to play hoop-la - jogo em que você arremessa aros, e se conseguir acertar uma garrafa, você ganha um prêmio
32. to play solitaire - jogar paciência (cartas)
33. to play blackjack - jogar vinte e um (cartas)
34. to play pillow fight - brincar de luta com travesseiros
35. to play chess - jogar xadrez
36. to play checkers - jogar damas
37. to play speed - jogar mau mau (cartas)
38. doll – boneca
39. toy car - carrinho de brinquedo
40. toy truck – caminhão
41. teddy bear - ursinho de pelúcia
42. soft toy - bichinho de pelúcia
43. jack-in-the-box - caixa de surpresas
44. train set – ferrorama
44. slot car – autorama
45. pedal car – motoca
46. toy blocks - bloquinhos de montar (lego)
47. slingshot – estilingue
48. pinwheel - cata vento de papel
49. shuttlecock – peteca
50. paper serpent - língua de sogra
51. rocking horse - cavalinho de pau
52. dice – dados
53. pogo stick - pula pula
54. trike – triciclo
55. pinball – fliperama
56. float - bóia de piscina
57. kickboard - prancha de isopor
58. yo-yo – iô iô
59. boomerang – bumerangue
60. hand puppet – fantoche
61. watergun - pistola de água
62. paper folding - origami, dobradura
63. model plane - aeromodelo
64. climbing net - rede de escalar (parque)
65. tire cable car - bonde de pneu (parque)
66. spider's web - teia de aranha (parque)
67. high bar - barra fixa
68. maypole swing - sete léguas
69. see-saw – gangorra (parque)
70. slide – escorregador (parque)
71. swing - balanço (parque)
72. sandbox - caixa de areia (parque)
73. tire swing - balanço de pneu (parque)
74. merry-go-round - gira gira
75. merry-go-round – carrossel
76. pedalo – pedalinho
77. jungle gym - trepa trepa
78. monkey bars - barras horizontais (parque)
79. amusement park - parque de diversões
80. roller-coaster - montanha-russa
81. bumpy car - carrinho de bate bate
82. Ferris Wheel - roda gigante
83. chairoplane - carrossel de aviõezinhos
84. try-your-strength machine - dinamômetro (parque)
85. ghost train - trem fantasma
86. hall of mirrors - casa de espelhos (parque)
87. freak show - show de aberrações (mulher barbada, King Kong, etc...)
88. shooting gallery - tiro ao alvo
89. to play bingo - jogar bingo
90. to throw spitballs - assoprar bolinhas de papel pelo tubo de uma caneta
91. tug-of-war - cabo de guerra
92. to do a crossword puzzle - fazer palavras cruzadas
93. to play 21 - jogar basquete (dois jogadores; ganha quem fizer 21 pontos)
94. to play domino - jogar dominó
95. jackstones, fivestones or onesies - jogo das pedrinhas




Preparadas para tanta diversão?

We wish you lots of fun!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Vivendo com uma família americana

Olá!
Como vocês sabem, o relacionamento com a sua host family é o mais importante para vocês terem um ano (ou dois anos) de sucesso como au pair. E entender um pouco sobre as famílias, antes de embarcar, é uma boa ajuda para que isso aconteça!
Vejam aqui algumas informações importantes sobre as famílias americanas, que vocês não devem deixar de considerar durante seu intercâmbio.

* Os padrões de família nos EUA variam de Estado para Estado
Assim como no Brasil, famílias de Estados diferentes, vivem, comem, trabalham de maneiras diferentes. Por isso é sempre importante pesquisar também sobre seu Estado, os costumes de onde você vai ficar. Uma família do interior do Texas é muito diferente de uma família de Montana, que tem pouquíssimo em comum com uma família de Los Angeles, Califórnia.

* Assim como no Brasil, existem diferentes formatos de famílias
Além do formato padrão de família (pai + mãe + crianças), existem mães solteiras, pais solteiros, casais homossexuais. Temos famílias de diferentes religiões e até famílias de nacionalidades diferentes que são naturalizados americanos. Na grande maioria dos casos, ambos os pais trabalham (em casa ou fora), alguns têm dois empregos, e os horários de trabalho podem ser malucos as vezes. Eles têm apenas 10 dias de férias por ano!!
* Cuidados com as crianças
A busca por cuidados para seus filhos costuma ser uma de suas principais preocupações dos jovens casais. E babás, ou childcare centers são extremamente caros, além de não oferecerem muita flexibilidade no horário, nem um cuidado personalizado, com envolvimento. As crianças só podem começar a ir para escolinhas, ou "day care centers" a partir de 3 anos de idade. A licença maternidade das americanas dura apenas 12 semanas (3 meses). Por isso as americanas ou têm que parar de trabalhar, ou deixam seus filhos com os avós, ou contratam nannies, ou au pairs (a melhor opção - claro! ;)) ou procuram day care centers após os 3 anos de idade da criança. As crianças passam pelas seguintes fases em sua vida escolar:

- Nursery / Pre-school: 3 anos de idade
- Kindergarten: 4 ou 5 anos de idade
At 6 they go to school
- Elementary School: 6 a 11 anos de idade aproximadamente
- Middle School / Junior High: 12 a 13 anos aproximadamente
- High School: 14 a 17 anos aproximadamente
Aos 18 ou 19 anos eles vão para as universidades. O mais comum é eles sairem da casa dos pais e irem morar na universidade ou com amigos nessa idade. É considerado um grande passo na vida de todos eles. É quando eles se tornam "adultos" independentes.
Uma curiosidade é que é muito comum os americanos se casarem com a (o) namorada (o) do High School ou da universidade, principalmente em cidades pequenas. Em geral, os americanos se casam mais jovens que os brasileiros.

* Escolas americanas
As escolas americanas trabalham de uma maneira diferente do que as brasileiras. Eles não se focam nos fatos (memorizar datas, fatos, etc) e sim em raciocínio e pensamento crítico. Eles incentivam muito os alunos a darem suas opiniões sobre o que estudam, a elaborarem soluções, ainda que não sejam colocadas em prática.
Os jovens são muito incentivados a desenvolver habilidades sociais através de uma quantidade enorme de atividades extra curriculares oferecidas pela escola como: esportes (futebol americano, baseball, futebol, voley, basquete, golf, natação, cheerleaders, lutas, etc), banda, aulas de música, clube de espanhol, clube contra as drogas, aulas de teatro, honors society (só os alunos com as maiores notas participam), competições de matemática, de inglês, de física e muito mais.
Quando os jovens tentam entrar em uma universidade ou procuram um emprego, essas atividades extra-curriculares contam tanto quanto ou até mais que suas notas nas matérias obrigatórias. Toda a rotina da escola gira em torno dessas atividades e a comunidade sempre vai aos jogos e competições das escolas e universidades.


* As refeições da família
A correria da vida moderna acabou atropelando as refeições em família. Muitas vezes o café da manhã e o almoço são apenas lanches, onde cada um come na hora que pode, e o jantar é a única refeição em família. Essa refeição é muito valorizada pela grande maioria das famílias, pois é quando eles conversam sobre como foi o dia de cada um. As refeições de domingo também costumam ser com a família toda. São momentos especiais para qualquer família, eles aproveitam para conversar sobre os planos de cada um, sobre os eventos que estão chegando e principalmente, para os pais passarem seus "valores" e lições aos filhos.

É claro que com apenas esses tópicos, não conseguimos traçar o perfil completo de uma família americana. Mas eles ajudam a entender um pouco melhor o que as host families esperam de vocês.


Eles esperam por exemplo que vocês incentivem os filhos a participarem de esportes, atividades educativas e evitem que eles fiquem na TV, vídeo game ou computador. Jogos de tabuleiro, brincadeiras ao ar livre e artesanato são maneiras de estimular o raciocínio lógico, a criatividade e o interesse por esportes. Para se envolver mais com a família e até com a própria cultura americana, procure saber dos pais o que eles faziam durante o High School e universidade.


Mostrem as famílias que eles podem ficar tranquilos enquanto os "bebês" deles estão com vocês! A maior preocupação deles é que eles estejam com alguém que eles sintam que se importa com a segurança, o bem estar e o desenvolvimento dos filhos deles. Se eles verem em você uma parceira nesse sentido, a chance de o bom relacionamento de vocês estar garantido é enorme!


Incentive as crianças a contarem o que fizeram durante o dia para os pais durante as refeições. Se eles forem muito pequenos, conte você mesma. Procure saber como foi o dia deles (pais) também. Reforce com as crianças os valores que você vê que os pais tentam passar para eles.

E as atuais au pairs? Tem alguma curiosidade ou dica para acrescentar a esse post? Sejam bem vindas!


Até semana que vem!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Esta com dificuldade para fazer a sua fotocolagem?

Vamos te ajudar !

Hoje existem várias formas de se montar uma fotocolagem legal, mesmo que você não tenha tantas habilidades manuais.
Na era da computação tudo é possível, existem vários programas que facilitam na hora de montar as fotos.
Você pode escolher o efeito que você quiser, juntas, colocar legenda, deixar a foto em prento e branco, colocar foto em moldura, são infinitas as opções.


Segue abaixo alguns site e programas que vão te ajudar na fotocolagem
Os sites são mais simples e bom para treinar.
Eles tem poucos efeitos e bordas, mas são faceis de usar.

Sites

http://www.montafoto.com/

http://www.meuscrap.com.br/

http://www.animadao.com/

http://www.scrapblog.com/


Programas

Photoshop
Você pode baixar na internet e tem validade de 30 dias.
http://baixaki.ig.com.br/download/Adobe-Photoshop.htm

Photoscape
Tem ferramentas de textos, balões de pensamentos, bordas, etc. Clique para baixarhttp://baixaki.ig.com.br/download/Photoscape.htm

Easy Made Memories
Esse é mais fácil de usar e tem várias opções de desenhos, crianças, temas infantis. Dá para inserir borda, fundos, etc. http://baixaki.ig.com.br/download/EasyMadeMemories.htm


Esses são alguns exemplos simples de montagem.















Espero que vocês tenham gostado.

Até a próxima!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Como melhorar o seu perfil

Se você está inscrita no au pair ou vai se inscrever no programa, mas não tem tanta experiência ou quer melhorar o seu perfil, uma ótima dica é fazer curso de Babá.
Existem até curso especializados em au pair.

A KANGURUH é uma das empresas que oferecem cursos focados para au pair. Faz com que vocês conheçam melhor o universo das crianças, suas necessidades e peculiaridades.
Os curso acontecem aos finais de semana. Iniciam-se aos sábados às 8 horas e terminam por volta de 17 ou 18 horas, mesmo horário cumprido no domingo. Ao final do curso, é realizada uma prova e, obtendo 80% de aproveitamento, a aluna recebe o certificado em inglês. O curso é composto pelos seguintes módulos:- Psicologia Infantil- Nutrição Infantil- Primeiros Socorros- Cuidados com o Recém-nascido- Desenvolvimento Psicomotor- Recreação: Jogos e Brincadeiras- Segurança para Babás- Ética e Postura Profissional Você recebe, no curso, o MANUAL DA BABÁ KANGURUH material composto por 94 páginas, com todo o conteúdo ministrado nas aulas. O valor do curso é de R$230,00 podendo ser parcelado.

Se você se interessou poderá achar mais informações direto no site http://kanguruh.com.br/aupair.htm
Eles tem filiais em vários estados.

Lembrando que essa é só uma dica para melhorar o seu perfil

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Curiosidades sobre os EUA!

Essa semana vamos contar para vocês algumas curiosidades interessantes sobre os EUA e os americanos, que são diferentes daqui! Para vocês terem algumas idéias de como vai ser lá.

Au pairs que já estão aí, se lembrarem de mais alguma coisa, contem para nós!

01– As estações do ano são bem definidas ( O verão é muito quente; o inverno muito frio, a primevera é fresquinha e florida e o outono é friozinho e cheio de árvores e folhas secas!);
02 – Carteira de motorista se tira com 16 anos;
03 – É proibido beber na rua - dá até cadeia!;
04 – Abelhas gigantes são chamadas Bumble bee;
05 – A Polícia está por toda parte;
06 – Virar a direita no sinal vermelho é permitido;
07 – Casas e carros dormem abertos (Sem medo!);
08 – Balada sempre acaba cedo…(2:30 am). Talvez em NY ou Chicago, vocês achem algumas que acabem após às 3:00!;
09 – Não há frentista no posto de gasolina. É você mesma que põe a gasolina!;
10 - É normal tomar leite puro no almoço ou jantar. Junto com pizza por exemplo!;
11 – Você só pode beber se mostrar ID (identificação) - Em qualquer lugar!;
12 – Veado ou Cervo (Deer) tem por toda parte;
13 – Coelhos e esquilos são muito comuns na maioria dos jardins;
14 - Não se vestem de branco no reveillon. Aliás, pouca gente comemora o reveillon;
15 – Água em qualquer lugar (restaurantes, bares) é grátis;
16 – Você pode repetir sua bebida no Mc Donald’s quando quiser;
17 – As praias não são tão cheias como no Brasil e também não tem aqueles camelôs vendendo coisas e gritando… OLHA O ESPETINHO DE CAMARÃO! No entanto tem barraquinhas que vendem Pizza, Nachos com chili e hot dog!;
18 – É educado dar gorjetas (tip) em todo lugar;
19 – A previsão do tempo sempre dá certo;
20 - A maioria das cidades, a não ser algumas maiores, não tem transporte público.
21 – Quando o ônibus escolar PARA todos os carros de todas direções são obrigados a parar também;
22 – A velocidade permitida a dirigir é super obedecida;
23 – Eles têm praticamente 1 carro por habitante;
24 – Esporte é super valorizado e exigido nas escolas. Todos os populares praticam um ou mais esportes;
25 – A grande maioria dos americanos estuda em escola pública. E elas são excelentes;
26 – Barata??? Nunca vi….mas dizem q existe;
27 – Chocolate Cookie é uma sobremesa básica, em todo lugar tem. Tem Chewy (macio), crocante, com amendoas, com peanu butter e 1000 outras opções. Todas deliciosas;
28 – É super normal se perder nas estradas…..quem nunca se perdeu?;
29 – Toda casa tem lava louca e secadora de roupas;
30 – Ninguém bate palmas no parabéns;
31 – Todas casas tem ar condicionado. E aquecedor também;
32 – Quase todos os carros são automáticos;
33 – CVS (Farmácia), Starbucks (cafeteria) e 7 Eleven (loja de conveniência) existem por toda parte;
34 – Ninguém anda de chinelos pela casa, andam descalços ou de meias;
35 – As ruas não tem poste de iluminação, com exceção as avenidas;
36 – Carro de bombeiro com a sirene ligada e correndo é completamente normal;
37 – Rapazes de chinelo nas baladas.

Bom fim de semana!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Futebol americano / Football!

Hoje vou contar para vocês sobre um ícone especial da cultura americana, que com certeza vocês vão ouvir falar muito durante o ano de vocês como au pair: o Futebol americano, ou "Football" como eles chamam.

Os americanos em geral são loucos por esporte. Isso é fácil de observar pelo sucesso deles em olimpíadas e em muitos gêneros esportivos. Desde pequenas as crianças são incentivadas a participarem de esportes na escola, e os mais "populares" da escola, seja no ensino fundamental (Junior High school), colegial (High school) ou na faculdade (University / Graduate School) estão sempre envolvidos com esportes e outras atividades extra-curriculares. Vocês como au pairs devem sempre incentivar suas crianças a fazerem atividades físicas.

Os jogos são sempre uma delícia de assistir. Mesmo os jogos de escola (seja futebol americano, baseball, basquete, volei, etc) sempre lotam, e muitos têm bandas acompanhando o jogo, ou cheerleaders, que são shows à parte. Os jogos esportivos, além de insuflarem o orgulho dos americanos pela sua escola, universidade ou cidade, são também um ponto de encontro de amigos, uma diversão para a grande maioria das pessoas.

Não deixem de ir a um jogo de universidade americana, ou até à uma liga profissional se tiverem a possibilidade. Mesmo sem entender muito o jogo, vocês vão gostar! Mas vamos ao futebol americano (com alguma ajuda da wikipedia). :)

O JOGO

Um jogo de futebol americano consiste de uma série de jogadas de curta duração entre as quais a bola não está em jogo. São permitidas substituições entre as jogadas, o que abre as portas a bastante especialização, uma vez que os treinadores põem em campo os jogadores que pensam servir melhor para a situação específica seguinte. O jogo é muito tático e estratégico. Com 22 jogadores dentro de campo ao mesmo tempo (11 por equipe), cada um com uma tarefa atribuída para a jogada seguinte, as estratégias são complexas.

O objetivo do jogo é somar mais pontos. A principal jogada é entrar na área ao fundo do campo adversário (endzone)com a posse da bola (Touchdown), ganhando 6 pontos e direito a chute livre a gol por mais 1 ponto extra, ou mesmo 2 pontos extras, se os jogadores tentarem, ao inves de um chute livre ao gol, um passe ou uma corrida.

O jogo tem a duração de 60 minutos, e é dividido em duas metades separadas por um intervalo. Cada metade consiste de dois quartos com a duração de 15 minutos . As equipes mudam de campo no fim do primeiro e do terceiro quartos.

Para mais detalhes sobre as regras do jogo: http://pt.wikipedia.org/wiki/Futebol_americano

POPULARIDADE

O futebol americano é extremamente popular nos Estados Unidos. Desde os anos 90, passou mesmo o baseball como o esporte mais popular da nação. A liga profissional, a National Football League (NFL), que consiste de 32 equipes, é muito popular. O seu jogo do título, o Super Bowl, tem uma audiência anual de quase metade dos lares com TV americanos, e é também emitido para 150 outros países em cerca de 30 idiomas diferentes. As quinze maiores audiências da história da televisão americana foram em jogos de Super Bowl.

Assista o Super Bowl com sua host family ou amigos americanos, é muito legal ver a empolgação deles durante o campeonato. E se possível, claro, tente ir assistir no estádio. É uma experiência inesquecível. Veja aqui os times, e prepare-se para torcer pelo time da sua região!

E para vocês começarem a se animar, algumas fotos de jogos! Divirtam-se!







sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Brincando com suas kids!

Uma idéia ótima de atividade com suas kids, é cozinhar junto com elas, especialmente coisas divertidas. Aqui vai uma receita super legal de massinha de modelar, para você fazer com as suas crianças. É uma atividade que pode ser feita com várias faixas etárias!


Você vai precisar de uma cozinha e dos seguintes ingredientes:



  • 2 xícaras (cerca de 250 ml) de farinha de trigo;

  • 1 xícara (cerca de 125 ml) de sal;

  • Água suficiente para dar consistência de pão à massa (pouco mais do que 1 xícara);

  • 2 colheres de sopa de óleo comestível. Se preferir, o óleo de amêndoa deixa um cheiro agradável nas mãos;

  • Corante comestível de várias cores. Se optar por anilina, verifique se está escrito "comestível" na embalagem. É o mesmo tipo usado para enfeitar bolos. Outra opção é o coloral de origem vegetal ou pó de suco instantâneo.

E veja como é fácil fazer:



1. Junte a farinha ao sal, obtendo uma mistura homogênea.

2. Adicione corante à água que será usada para dar consistência à massa.




3. Aos poucos, misture a água corada à mistura de farinha e sal, e vá misturando até obter um ponto de massa de pão.






4. Se você quiser obter uma cor mais forte, adicione mais corante à massa.







5. Por fim, adicione aos poucos o óleo e misture bem a massa.





Essa atividade é ótima para um dia de chuva ou simplesmente como uma atividade criativa com as crianças. Estimula a criatividade delas e também as ensina sobre cores, medidas, sobre a cozinha!


Divirtam-se!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

A troca cultural - Folclore

Como vocês sabem, uma das partes mais legais de ser au pair é poder aprender sobre a cultura americana e também ensinar a sua. E nós brasileiros temos uma cultura riquíssima mas as vezes não a conhecemos tão bem!

Muitas vezes hesitamos tentando lembrar pratos típicos brasileiros, e olhem só tudo o que temos: moquecas, tutu de feijão, feijoada, leitão à pururuca, baião de dois, vatapá, acarajé, pão de queijo, brigadeiro, coxinha, tapioca e muito mais!

E vocês que cuidam de crianças podem explorar uma outra parte da nossa cultura que além de ser muito rica, pode ser divertido para as crianças: nosso Folclore!

O Folclore é um gênero de cultura de origem popular, constituído por costumes e tradições populares transmitidos de geração em geração. Todos os povos possuem suas tradições, crendices que se transmitem através de lendas, contos, provérbios, canções, danças, artesanato, religiosidade, brincadeiras infantis, adivinhações, festas e outras atividades culturais que nasceram e se desenvolveram com o povo. Veja um pouco do nosso folclore, que pode ser dividido com as crianças e até quem sabe com os host parents de vocês!

Caipora: a Caipora é um Deus que possui como função e dom o controle e guarda das florestas,e tudo que existe nela. Ela é um menino moreno , parecido com um indiozinho, olhos e cabelos vermelhos e possui os pés virados para trás. Ela tem o poder de ressuscitar qualquer animal morto sem sua permissão, para isso apenas fala para que o bicho ressuscite. Por ser muito veloz as vezes as pessoas apenas o vêem em alta velocidade, assemelhando - se a uma rajada de vento no mato. Para entrar numa mata com permissão da Caipora, a pessoa deve levar sempre uma oferenda para ela, como um Pedaço de Fumo-de-Rolo,um Cachimbo.

Iara: Iara é um ser , metade peixe metade mulher que vive nos rios. Segundo a lenda, as pessoas (principalmente homens) são atraídas pela beleza irresistível da Iara, uma linda índia com cabelos longos pretos e com uma música mágica leva as pessoas para o fundo das águas, onde existe o seu reino. Iara alem de possuir um belo canto também contava com a sua beleza,podendo ao sair da água assumir a forma humana de uma mulher.

Saci-pererê: O Saci é um menino negro de uma perna só ,com uma carapuça vermelha,que fuma um cachimbo. É um menino travesso e seu principal divertimento é atrapalhar as pessoas para que elas se percam. A função desta divindade é o controle, sabedoria e manuseios de tudo que está relacionado às plantas medicinais, como guardião das sabedorias e técnicas de preparo e uso de chás, concentrados e outros medicamentos feitos a partir de plantas.

Festa Junina: Uma das nossas festas mais tradicionais, é uma comemoração à três santos: Santo Antônio, São João e São Pedro. Enfeitamos a festa toda com bandeirolas, com uma grande fogueira, todos se vestem de caipiras, dançamos quadrilha, comemos milho, pamonha, pé de moleque e muitas outras delícias. Vale até montar uma mini-festa junina para mostrar para as host kids! Fazer para elas os quitutes, colocar as músicas, pedir para elas ajudarem a fazer e montar as bandeirolas! Quem sabe juntar um grupo de au pairs brasileiras para fazer tudo isso?

Danças: As danças também fazem parte do folclore e nós temos uma infinidade delas. As mais conhecidas são samba, forró, frevo, baião e cirandas (que é também uma brincadeira). Coloquem as músicas para suas host families ouvirem e se souberem dançar, mostrem para eles!

Brincadeiras

Amarelinha: a Amarelinha, também conhecida como "Pular amarelinha", é uma brincadeira que estimula a criança ter as noções dos números , trabalhando a ordem das casas numéricas do número um ao número dez, além de estimular à habilidade do equilíbrio, pois nas áreas que não existem associações de casas, ou seja nos quadrados 1 - 4 -7-10, as crianças podem colocar apenas um pé, e nas demais com casas 2 e 3 -5 e 6 - 8 e 9 e Céu podem e devem colocar os dois pés.

Bolinhas de gude: Existem vários jeitos diferentes de jogar, mas a base de todos é tentar acertar bolas nas áreas delimitadas (linhas, círculos, buracos) e nas dos adversários, podendo conquistá-las para si ou não. Desenhe um triângulo no chão e coloque três bolinhas de cada jogador dentro. Em alguns países e Estados do Brasil, as crianças desenham círculos. Os jogadores têm o objetivo de “matar” as bolinhas dos adversários. Para isso, jogam uma bola contra a do adversário, tentando tirá-la de dentro do espaço, usando uma das suas para “tecar” (acertar de leve) as do outro e tirá-las do espaço delimitado. A bola que ele jogar não pode ficar dentro do triângulo, senão ele perde a vez. Ganha quem conquistar o maior número de bolas.

Além dessas ainda temos pipas, pião, cirandas. É super fácil de achar as regras pelo google mesmo!

Canções de ciranda:

Ciranda Cirandinha
Ciranda, Cirandinha
Vamos todos Cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou.

Por isso dona Rosa
Entre dentro desta roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá se embora

Cai Cai Balão
Cai, cai, balão!
Cai, cai, balão!
Na rua do sabão.
Não cai, não! Não cai, não! Não cai, não!
Cai aqui na minha mão!

Pirulito que bate bate
Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
Quem gosta de mim é ela
Quem gosta dela sou eu

Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
A menina que eu gostava
Não gostava como eu

Capelinha de Melão
Capelinha de Melão é de São João
É de Cravo é de Rosa é de Manjericão
São João está dormindo
Não acorda não !
Acordai, acordai, acordai, João !

Vejam aqui mais cantigas de roda: http://www.alzirazulmira.com/cantigas.htm#marcha

São muitas outras as canções infantis, brincadeiras, lendas e festas brasileiras que podem divertir suas crianças e suas famílias. Ajudem a espalhar nossa cultura tão bonita!

Boa diversão!

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Expressões em inglês!

Para ajudar quem já está de malas prontas ou quem acaba de chegar aos EUA, seguem algumas expressões muito legais de saber em inglês!

Elas foram retiradas do site www.manualdaaupair.com.br que é de uma ex-au pair muito especial nossa, que adora o programa e ajuda muito as futuras e atuais au pairs, a Raquel Amarins. Vale a pena conhecer o site, tem dicas excelentes!

Comecem já a treinar o inglês:

• One for the road = A saideira
• The worst-case scenario = A pior das hipóteses
• To give something up = Abrir mão de algo
• To hit the nail on the head = Acertar em cheio
• Come what may = Aconteça o que acontecer
• After all = Afinal de contas
• Soul mate = Alma gêmea
• To breastfeed = amamentar
• To chicken out = Amarelar
• To walk barefoot = Andar descalço
• Leap year = Ano bissexto
• Inside out = ao avesso
• To tighten one's belt = economizar
• To roll up one's sleeves = arregaçar as mangas
• At = Arroba (@)
• To make room for = Arrumar espaço para…
• To take over = Assumir a direção, o controle/ tomar as rédeas
• To come out of the closet = Assumir a homossexulidade
• Controversial subject = Assunto polêmico
• Short-cut = Atalho
• To let someone know about something = Avisar alguém de algo
• Heartburn = Azia
• To butter up = Bajular
• To kick the bucket = Bater as botas
• To harp on = Bater na mesma tecla
• To hang up on someone = Bater o telephone na cara de alguém
• Bunk bed = Beliche
• Boogeyman = Bicho-papão
• Piece of cake = Bico/moleza/fichinha/facinho
• Costume Jewelry = Bijouteria
• Free Grub = Boca-Livre
• Scholarship = Bolsa de estudos
• Common Sense = Senso Comum
• Tacky = Cafona/Brega
• To play hide and seek = Brincar de esconde-esconde
• Red Tape = Burocracia
• To ditch classes = Cabular/Matar aula
• To get real = Cairn a real
• ATM (automated teller machine) = Caixa Eletrônico de Banco
• Straw = Canudinho (de refresco)
• Wedding shower = Chá de cozinha
• Pacifier = Chupeta
• Guinea pig = Cobaia
• To cheat = Colar na prova
• To fill someone in on something = Colocar alguém a par de alguma coisa
• On borriwed time = Com os dias contados
• To catch up = Colocar os assuntos em dia
• To make a blunder = Cometer uma gafe
• How dare you...? = Como você se atreve a...?
• Traffic jam = Congestionamento/engarrafamento
• Cocky = Convencido
• Runny nose = coriza/Nariz escorrendo
• To bounce back = Dar a volta por cima
• To tell someone off = Dar bronca em alguém
• To flush = Dar descarga
• To hit on = Dar em cima de
• To dump someone = Dar um fora em alguém
• To back out = Dar para trás/cair fora
• On call = De plantão
• To tell on = Dedurar
• To drive someone crazy = Deixar alguém louco
• To make it clear = Deixar claro
• Dentures = Dentaduras
• To get it off one's chest = desabafar
• Lame excuse = Desculpa esfarrapada
• Shoot = Fala Logo
• Absent-minded = Distraído
• To sleep like a log = Dormir como uma pedra…
• That's why = É por isso que...
• It's a lemon! = É um abacaxi!
• It Sucks! = É uma droga!
• Side effect = Efeito colateral
• Sharp = Em ponto (horas)
• Dead-end job = Emprego sem futuro
• To gobble down = Comer depressa
• To go under the knife = Entrar na Faca
• Hand-picked = Escolhido a dedo
• To be grounded = Estar de castigo
• I'm beat = Estou exausto
• Shantytown/Slum = Favela
• To make up = Fazer as pazes
• To make faces = Fazer careta
• Black eye = olho roxo
• To sprain the ankle = torcer o tornozelo
• To support a team = torcer para um time
• without a shadow of doubt = sem sombra de dúvida
• To cut the chase = ir ao que interessa
• Easier said than done = falar é fácil
• To go blank = Dar branco
• Gray hair = cabelo branco
• Happy belated birthday = feliz aniversário atrasado
• The line is busy = o telefone está ocupado

Espero que essas expressões as animem a buscar muitas outras!

Study hard!

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Universidades americanas

Em um dos nossos últimos posts, foram solicitadas mais informações sobre as universidades americanas, e sabemos que essa é uma dúvida para muitas au pairs.

Nos EUA existem cerca de 3.600 faculdades e universidades que oferecem cursos superiores. Isso significa que há uma grande variedade de programas, dependendo das características de cada estudante. Assim como no Brasil, cada faculdade oferece cursos diferentes, em horários diferentes e é mais reconhecida por um curso específico. Os preços para cada curso também variam muito.

Pode-se encontrar de tudo em termos de cursos. Desde o inglês – English as a Second Language (ESL), escolha da maioria das au pairs, até cursos na área da saúde, administração, marketing, educação, biologia, etc. Os cursos de idiomas são sempre mais baratos.

Quando fechar com sua host family, já aproveite para perguntar para eles e para a sua LCC quais são as faculdades da região. Digite também o nome da cidade onde você vai morar no google, e descubra à qual “county” (condado) ela pertence. Os estados americanos são divididos em counties, que agrupam cidades. O county é uma região dentro do estado. Sabendo seu county você também pode verificar no google que universidades ficam dentro dele. Ou pode verificar na cidade grande mais perto da sua cidade, se existem universidades.

Esse é um site que tem links para milhares de universidades divididas por estado: http://www.utexas.edu/world/univ/state/

Para buscar os cursos, é necessário entrar em contato com as próprias universidades. Algumas deixam disponível no site, outras vocês terão que visitar. É sempre bom verificar com as au pairs da região também, elas sempre têm alguma sugestão.

Vejam abaixo os quatro tipos de universidades que vocês devem procurar em sua região:

"State College" ou "University": Um "College" ou universidade estadual é financiado e administrado pelo estado ou governo local. Cada um dos 50 estados americanos opera pelo menos uma universidade estadual e provavelmente vários "Colleges" estaduais. Alguns deles levam a palavra "State" no nome, outros não. Diferentemente do Brasil, as escolas estaduais também são pagas.

"Private College" ou "University": Estes são administrados por organizações privadas e não pelo governo. O custo da educação será normalmente maior que o de uma escola estadual. Com freqüência os "Colleges" e universidades privadas são menores em tamanho que os estaduais.

"Two-Year College": Um "Two-Year College" admite alunos de segundo grau completo e confere um "Associate`s Degree", (dois primeiros anos de um bacharelado). Alguns são mantidos pelos estados, outros são privados. Você deverá certificar-se de que um "Associate`s Degree" poderá qualificá-lo para obter um bom emprego no Brasil. Em alguns casos é necessário um bacharelado para isto. Neste caso você poderá se transferir para um "College" de quatro anos ou uma universidade, onde poderá completar seu bacharelado em no mínimo dois outros anos.

"Community College": Trata-se de um "Two-Year College" estadual (público) que serve uma comunidade local, normalmente uma cidade ou condado. Muitos dos estudantes são da própria localidade que vivem com a família, ou estudantes vespertinos que trabalham durante o dia.

O sistema educativo universitário dos EUA está estruturado por créditos. Isso quer dizer que os estudantes matriculados em uma universidade devem cumprir uma série de créditos (cada matéria tem um número de créditos), entre 130 e 180 anuais, para obter seu título (graduação). Vocês, como au pairs, só precisam cursar 6 créditos. É muito importante, antes de se inscrever, verificar a quantidade de créditos que o curso escolhido oferece.

É difícil escolher o curso antes de sair do Brasil. O ideal é esperar chegar lá para fazer a decisão final, ainda que seja bom já começar a pesquisar por aqui.

Não se esqueçam que o curso, apesar de não ser o foco principal do programa, é obrigatório pelo governo americano, e sem ele vocês perdem a passagem de volta e o depósito reembolsável. E que a família ajuda vocês com até US$ 500 para custear os 6 créditos acadêmicos.

Os cursos geralmente tem curta duração (3 a 6 meses) e vocês têm aulas uma ou duas vezes por semana. As vezes um curso de férias é suficiente para cobrir os créditos acadêmicos. Por isso o programa Au Pair não é um programa acadêmico, e sim um programa de trabalho.

Espero que esse post esclareça um pouco para vocês a relação enter o programa e o curso que vocês deve fazer, e ajude com idéias de como procurar seu curso!

Bons estudos!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Aproveite suas viagens pelos EUA, sem gastar muito!

Você já está ansiosa, planejando a sua próxima viagem pelos EUA (ou pensando nas viagens que vai fazer quando chegar lá)?

Nós sabemos bem que nossas au pairs gostam, e muito, de viajar! E sabemos também que vocês economizam para poder viajar mais, ou fazer um curso mais caro, ou fazer compras...

Por isso vamos ajudá-las com algumas dicas preciosas para fazer uma super viagem, que não machuque tanto o bolso, tiradas de um guia que é a nossa cara: O Guia Criativo do viajante independente. Comecem a anotar!

Viaje em baixa temporada
Março, Abril, Maio, Setembro, Outubro e Novembro, sem contar feriados, costumam oferecer preços bem melhores de passagens aéreas, acomodações e refeições.

Se possível, vá de ônibus, ou trem!
Se o local para o qual você pretende ir não for tão longe, ou você tiver tempo, vale a pena checar passagens de ônibus ou trem. Esses meios de transporte costumam ser muito baratos nos EUA.

Já pensou em alugar um carro?
Alugar um veículo pode sair mais em conta se você estiver indo em grupo, e se a distância não for tão grande. O legal do carro é a possibilidade de parar em qualquer cidade a qualquer momento, com total liberdade de percurso. Não se esqueça que haverá também custos com combustível. E dependendo da cidade (ex: Nova York), pode valer a pena só chegar lá de carro, e quando estiver lá utilizar o metrô, por que o trânsito não é dos melhores. Ir dirigindo também exigirá atenção focada, em sinalização, curvas, etc, portanto pode ser cansativo. Se tiver mais de um motorista para revezar, vale mais a pena. Sempre pese os prós e contras!

Só pode ir de avião?
Você vai para muito longe, e tem pouco tempo, portanto só resta mesmo ir de avião. Não se preocupe, algumas companhias aéreas fazem excelentes preços. E sites como o http://www.cheapflights.com/ mostram as melhores opções para o seu percurso.

Se for de trem, ônibus ou avião, tente viajar à noite, pois assim você economiza uma diária de algum meio de hospedagem.

Planeje!
Um guia de viagem (livro mesmo) otimiza sua viagem e ajuda a evitar algumas perdas de tempo e roubadas, além de mostrar algumas boas dicas. Com o Guia, você pode olhar em cada região da cidade quais são as atrações que você quer visitar, e tentar ver todas em uma só visita àquela região. Dicas de amigos que já conhecem a cidade também podem ser valiosas!



Acomodações
Nesse tópico é muito importante pensar no seu estilo de viajar. Quanto mais barato um meio de hospedagem, menos mordomias, menos beleza. Mas para quem não faz questão de luxo, existem excelentes opções:

- Albergues (Hostels): Em um sistema de hotelaria, albergue é a acomodação mais barata que há. As diárias costumam variar entre US$ 35 e 50 dólares por pessoa, sempre compartilhando quartos (entre 4 e 12 pessoas em um quarto que costuma ter beliches). Normalmente o banheiro é no corredor, como se fosse um vestiário, têm armários para guardar seus pertences de valor e documentos, já que você dividirá o quarto com desconhecidos. O café da manhã (bem simples) costuma estar incluído na diária. A maioria tem acesso gratuito à internet e lençóis e toalhas inclusos na diária, mas alguns cobram por esses itens, portanto verifique antes de reservar. A maioria oferece cozinha equipada e disponível, sala de estar, salas de jogos, salas de TV e DVD e até bares. Ou seja, os albergues são ótimas opções para fazer novos amigos, gente do mundo todo. Alguns albergues têm curfew, não se esqueça de checar para não ficar trancada para fora. Alguns albergues oferecem quartos individuais ou para casais e até com banheiro privativo, mas isso eleva a diária ao preço de hotéis 2 estrelas ou mais. Muitos albergues tem ótimos ambientes, melhores até do que hotéis de 2 e 3 estrelas. Mas alguns se tornam muito "da galera" e acabam descuidando da limpeza, ou do silêncio. Vale pesquisar as notas de cada albergue, dadas pelos próprios hóspedes. Os sites mais conhecidos para buscar albergues são: http://www.hiusa.org/ e http://www.usahostels.com/

Casa de amigos: Confortável, segura e divertida forma de economia. Se tiver um amigo que pode te receber, aproveite! Tem gente até que escolhe o local da viagem por ter essa facilidade.

Couchsurfing/Globetrotters: Há uma comunidade que cresce no mundo todo, de pessoas que recebem viajantes em suas casas, de graça, apenas pelo prazer do intercâmbio e de facilitar a viagem do próximo (e pressupõe-se que você faria o mesmo em sua casa, sem obrigatoriedade). Verifique se a pessoa foi verificada pelo site e as referências de outras pessoas que jé tenham se hospedado com, ou hospedado, aquela pessoa. Converse bastante antes de se hospedar efetivamente. Apesar de na grande maioria das vezes ser uma ótima pessoa, com paixão pela troca cultural, é claro que pode haver riscos. Portanto cuidado! Sites: http://www.couchsurfing.com/ e http://www.globetrotters.co.uk/

Hotéis de até 2 estrelas / Inns: Redes de hotéis como Ramada Inn, Red Roof Inn e outros, podem custar menos de US$ 100 a diária (pelo quarto, não por pessoa) e normalmente são simples, mas limpos, seguros e oferecem cafés da manhã simples. Para os mais tradicionais, que não precisam de muito luxo, mas fazem questão de silêncio e privacidade, é a melhor das opções.

Alimentação
Que tal passar longe dos restaurantes turísticos? Procure os restaurantes menos "decorados", mas que lhe inspirem confiança. São muitas as opções de restaurantes baratos em qualquer lugar dos EUA. Você pode também aproveitar os supermercados: comprar alguns lanches (baguete, frios, frutas) e fazer um pique nique no central parque não parece nada mal, parece? Além disso como muitos albergues oferecem cozinha, se você estiver hospedada em um, pode até mesmo cozinhar lá. Não deixe porém de experimentar os pratos típicos da região que você estiver visitando, se houver. Podem até custar mais caro, mas vale a pena. Afinal nada melhor do que entrar no clima do lugar visitado!

Passeios
Passeios em parques, atrações gratuitas ou com entrada reduzida podem ser muito divertidos também. Muitas vezes o mais gostoso é justamente observar a arquitetura, os parques, a vida noturna, o movimento da cidade. E antes de viajar, estude sobre a história do lugar e se há alguma particularidade nele, assim fica mais fácil perceber quando você estiver lá. Claro que vale a pena visitar alguns museus, mas não precisa ver todos os museus da cidade. E existem também alguns museus gratuitos. Em todo caso, verifique antes os preços das atrações, para não se assustar!

Malas prontas? Então pé na tábua cidadãs do mundo! Há muito o que descobrir nesse país tão grande! Boa viagem!

Poste aqui mais dicas se você tiver!